Olha aí!

Se a moda pega, vai dar dor de cabeça a muitos dirigentes de Câmaras de municípios do nosso querido Maranhão. Ontem o Pleno do Tribunal de Contas do Estado (TCE-MA) aprovou  fiscalização na Câmara Municipal de Paço do Lumiar, onde, de fevereiro a setembro do ano passado, houve um aumento de quase 500% nas despesas com salários de pessoal em cargos comissionados. O conselheiro Edmar Cutrim foi o relator da matéria e acolheu parecer do Ministério Público de Contas (MPC), votando pela realização de uma auditoria. O voto foi seguido pelos conselheiros Álvaro César Ferreira, Jorge Jinkings Pavão, José Caldas Furtado, Raimundo Oliveira, Osmário Guimarães (substituto), Melquizedeque Nava Neto (substituto) e Washington Oliveira, que presidiu a sessão. De acordo com denúncia encaminhada ao TCE, no mês de fevereiro de 2019, a Câmara Municipal de Paço Lumiar tinha uma despesa de R$ 36,8 mil com a manutenção de 15 cargos em comissão. No mês seguinte, o número de comissionados aumentou para 35 e a despesa pulou para R$ 104,9 mil. Nos meses seguintes, o número de funcionários foi aumentando e a despesa se multiplicando mais ainda. Em abril, para 40 servidores, a despesa passou para R$ 125,9 mil; em maio, passaram a ser 54 e o custo, R$ 164,9 mil; em junho, eram 58 para R$ 174,5 mil de despesa; em julho, mesmo sem aumento de pessoal, a folha de pagamento pulou para R$ 181 mil e em agosto, já com 63 comissionados, a despesa passou para R$ 204,7 mil. Em setembro, já com 64 ocupantes de cargos comissionados, a câmara passou a gastar R$ 209,9 mil, ou seja, um aumento de 470,3%. As informações são do próprio TCE. 

Será?

Ontem surgiu a informação de que o médico Daniel Fiim poderá ser candidato a prefeito pelo MDB. Acompanhado do deputado federal Hildo Rocha, nesta terça-feira ele teve um encontro, em Brasília, com o presidente nacional do MDB, o deputado federal Baleia Rossi (SP). Consta que foi definida a sua filiação ao partido para disputar as eleições de 4 de outubro. Na eleição municipal de 2016, o MDB concorreu, e venceu, tendo como candidato o delegado Assis Ramos, que em abril do passado decidiu trocar a sigla pelo Democratas (DEM), pelo qual vai disputar a reeleição. 

E...

O MDB vinha ensaiando a pré-candidatura do agropecuarista Franciscano Soares, ex-prefeito de São Francisco do Brejão, mas agora surge o nome de Daniel Fiim. A direção local do partido ainda não se manifestou. O presidente é o médico Antonio Leite. É aguardar.

Absurdo!

O cidadão morre às 15h e somente no outro dia é que o IML libera o corpo, com o velório começando às 12h30, quase 24 depois do falecimento. Esse absurdo foi registrado agora, e já deve vir acontecendo há tempo. Por que tanta demora? Principalmente se tratando de morte natural? Comenta-se que corpo que dá entrada no IML a partir das 18h somente é liberado no dia seguinte. Não há médico legista de plantão? E por que quando é morte natural o corpo ainda é levado para o IML, quando poderia ser dado um laudo no próprio hospital? Assim evitaria esse absurdo, que vem revoltando famílias.

Segue a luta

Mesmo sendo visto como “ morto”, o PT ainda pensa em disputar a eleição majoritária em São Luís. Possivelmente em marco o partido lulista vai anunciar o nome do pré-candidato. Entre as opções há o deputado estadual Zé Inácio, o vereador Honorato Fernandes e o secretário Lawrence Melo. 

Ele disse

“Hoje (ontem) o ministro Paulo Guedes deixou claro que não existe proposta de imediatamente ‘zerar’ impostos sobre combustíveis. Assim, temos que esperar o Governo Federal decidir a sua real posição e formalizar a proposta. Não há como debater sobre meras e toscas bravatas”. Do governador Flávio Dino.